Venezuela solta prisioneiros políticos após convenção histórica com os Estados Unidos.

0
O governo venezuelano libertou cinco presos políticos, incluindo dois líderes da oposição, nesta quinta-feira (19/10). Essa ação ocorre após um acordo parcial entre o governo de Nicolás Maduro e a oposição para a realização de eleições presidenciais no país no segundo semestre de 2024.
De acordo com Gerardo Blyde, principal negociador entre o governo Maduro e a oposição, o jornalista Roland Carreno, do partido de oposição Vontade Popular, o ex-deputado Juan Requesens, do partido Justice First, que estava em prisão domiciliar, e outras três pessoas foram libertadas durante a madrugada. Essa informação foi divulgada pela agência Reuters.
Na quarta-feira (17/10), o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, aliviou as sanções ao petróleo e gás da Venezuela como resposta a um acordo eleitoral para eleições transparentes e seguras no país.
Ambos os lados concordaram que as eleições marcadas para o segundo semestre de 2024 contarão com observadores internacionais, incluindo a União Europeia.
Também houve um entendimento comum para respeitar os processos de escolha interna de cada ator político, enquanto a oposição se prepara para escolher o candidato que irá enfrentar o presidente Nicolás Maduro nas urnas no próximo domingo (22/10).
Receba notícias do Metrópoles no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/metropolesurgente.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *