“Sandy & Júnior retornam? Cantor esclarece sobre a mais recente canção em parceria com a irmã.”

0

Junior Lima lançou seu álbum de estreia solo, intitulado “Solo”, nesta segunda-feira (30/10). A produção inclui a música “F oda-se”, que trata de palavrões, e conta com a participação de Sandy, sua irmã, nos vocais de apoio.

Em uma parte em que a cantora participa, é mencionado o sucesso da dupla. “Tudo ia entrar muito rapidamente em perfeita harmonia”, diz o trecho. Sobre a música, o artista diz que será “engraçado” quando as pessoas a ouvirem.

Junior Lima Reprodução/Instagram
Junior Lima Reprodução
O casal anunciou a gravidez nesta sexta-feira (9/4) Reprodução/Instagram
Junior Lima Reprodução/Instagram
Junior Lima Reprodução
“Será engraçado para algumas pessoas me ouvirem cantando constantemente ‘Foda-se’. Em algum momento, percebi que as pessoas têm essa imagem de menino sobre mim. Foi divertido! Acho libertador”, disse ele. Sobre a parceria com sua irmã, ele disse: “Foi apenas um detalhe especial”, relatou em entrevista à Quem.

Júnior também comentou sobre a identidade do álbum. “Não foi intencional. Não sou um menino mau, mas também ninguém é santo (risos)”, brincou ele ao falar sobre a música “Ninguém É Santo”.

Em seguida, o cantor explicou por que voltou ao pop e sobre as músicas “O Dom” e “Sou”, com a participação de Xororó. “Meu chão é esse, onde me sinto enraizado. É para isso que fui formado. Foi ele quem me enviou a primeira música. Todo o embrião veio dele, o que me animou a compor o resto”, completou.

Ao falar sobre o álbum, Júnior relatou que a ideia surgiu após a turnê ao lado de Sandy. “A turnê despertou em mim esse projeto, foi o ponto de partida. Já nos ensaios, percebi o quanto eu tinha me afastado de algo que me nutria muito”, descreveu.

Por fim, ele falou sobre como o projeto o ajudou a enxergar sua carreira. “Também me ajudou a me ver novamente no contexto em que eu poderia usar todo o meu aprendizado, toda a minha experiência e minhas possibilidades como artista. Nos outros projetos pós-Sandy & Junior, era sempre apenas uma parte de mim, e não eu existindo completamente. Há muito tempo que não me via dessa maneira, e me senti muito bem, completo, presente e em casa”, conclui.

(All HTML formatting has been applied below)

Junior Lima lançou seu álbum de estreia solo, intitulado “Solo”, nesta segunda-feira (30/10). A produção inclui a música “Foda-se”, que trata de palavrões, e conta com a participação de Sandy, sua irmã, nos vocais de apoio.
Em uma parte em que a cantora participa, é mencionado o sucesso da dupla. “Tudo ia entrar muito rapidamente em perfeita harmonia”, diz o trecho. Sobre a música, o artista diz que será “engraçado” quando as pessoas a ouvirem.
Junior Lima
Junior Lima Reprodução/Instagram
Junior Lima Reprodução
O casal anunciou a gravidez nesta sexta-feira (9/4) Reprodução/Instagram
Junior Lima Reprodução/Instagram
Junior Lima Reprodução
“Será engraçado para algumas pessoas me ouvirem cantando constantemente ‘Foda-se’. Em algum momento, percebi que as pessoas têm essa imagem de menino sobre mim. Foi divertido! Acho libertador”, disse ele. Sobre a parceria com sua irmã, ele disse: “Foi apenas um detalhe especial”, relatou em entrevista à Quem.
Júnior também comentou sobre a identidade do álbum. “Não foi intencional. Não sou um menino mau, mas também ninguém é santo (risos)”, brincou ele ao falar sobre a música “Ninguém É Santo”.
Em seguida, o cantor explicou por que voltou ao pop e sobre as músicas “O Dom” e “Sou”, com a participação de Xororó. “Meu chão é esse, onde me sinto enraizado. É para isso que fui formado. Foi ele quem me enviou a primeira música. Todo o embrião veio dele, o que me animou a compor o resto”, completou.
Ao falar sobre o álbum, Júnior relatou que a ideia surgiu após a turnê ao lado de Sandy. “A turnê despertou em mim esse projeto, foi o ponto de partida. Já nos ensaios, percebi o quanto eu tinha me afastado de algo que me nutria muito”, descreveu.
Por fim, ele falou sobre como o projeto o ajudou a enxergar sua carreira. “Também me ajudou a me ver novamente no contexto em que eu poderia usar todo o meu aprendizado, toda a minha experiência e minhas possibilidades como artista. Nos outros projetos pós-Sandy & Junior, era sempre apenas uma parte de mim, e não eu existindo completamente. Há muito tempo que não me via dessa maneira, e me senti muito bem, completo, presente e em casa”, conclui.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *