Romário elogia Diniz e manifesta apoio ao Fluminense: “Que se dane o argentino”

0

O senador e ex-jogador, Romário, expressou abertamente sua opinião sob re a situação atual da Seleção Brasileira, que tem Fernando Diniz como treinador, enquanto Carlo Ancelotti permanece no comando do Real Madrid.

Em uma entrevista para O Globo, Romário demonstrou confiança no treinador atual da Seleção.

Romário elogiou os resultados recentes do Brasil nas Eliminatórias e enfatizou a importância do trabalho de Diniz, parabenizando o presidente da CBF pela escolha.

“Na verdade, é assim: primeiramente, gostaria de parabenizar o Ednaldo, presidente da CBF, por ter escolhido o Diniz. Ele é o melhor treinador que temos. Ele não tem tempo para fazer na Seleção o que faz no clube, que é o seu ponto forte: treinamento e união dos jogadores. Ele dá o seu melhor. Empatou e perdeu os últimos dois jogos, ninguém ganha sempre. Mas posso afirmar que, na minha opinião, a Seleção Brasileira está em boas mãos com o Diniz”, avaliou o senador.

Quando questionado sobre Ancelotti, o ex-jogador foi bastante direto.

“Que se dane Ancelotti, eu quero o Diniz até o final”, concluiu.

Romário também falou sobre sua torcida para a decisão da Libertadores entre Fluminense e Boca Juniors, que acontecerá no próximo sábado (4/11), às 17h, no Maracanã.

“Espero que o Fluminense seja o vencedor. Que se dane os argentinos, esses malditos. É isso mesmo, e o Boca que se dane. Sou Fluminense desde que nasci. Joguei no Fluminense, sou carioca e tenho um carinho muito especial por eles, é a torcida mais charmosa que tive o privilégio de conhecer, é o melhor time e é o que realmente merece”, declarou.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *