Qual era a identidade do magistrado pernambucano que foi morto a tiros enquanto estava dentro do veículo?

0

O juiz Paulo Torres Pereira da Silva, de 69 anos, da 21ª Vara Cível da Comarca do Recife, foi vítima de um tiroteio na Região Metropolitana da capital pernambucana. Ele foi atacado enquanto estava dentro de seu carro, na noite de quinta-feira (19), em Barra de Jangada, Jaboatão dos Guararapes (PE).

Paulão, como era conhecido, atuou como juiz por 34 anos e também como desembargador substituto em várias ocasiões. De acordo com as primeiras informações, um carro se aproximou do veículo da vítima e os criminosos dispararam contra o magistrado. O Samu foi acionado para prestar socorro, porém o juiz já estava morto. A Polícia Civil está investigando o caso.

Juiz Paulo Torres Pereira da Silva

Em comunicado, o Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) descreveu o juiz como muito querido e manifestou tristeza pela perda do magistrado. O TJPE informou que está colaborando com as autoridades policiais e oferecerá todo o apoio necessário para esclarecer rapidamente o crime e responsabilizar os culpados.

O Ministério Público de Pernambuco (MPPE) também expressou pesar pela morte de Paulo Torres e afirmou que está em contato com as autoridades competentes para auxiliar na investigação e punição dos autores do crime.

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), Luís Roberto Barroso, condenou o assassinato do juiz Paulo Torres e ressaltou a importância de uma rápida resolução do caso e punição dos responsáveis.

O juiz foi morto a tiros no bairro de Barra de Jangada, Jaboatão dos Guararapes, no Grande Recife, na noite de quinta-feira (19/10). Segundo as investigações, o crime ocorreu por volta das 20h na Rua Maria Digna Gameiro. O juiz estava dirigindo seu próprio carro quando foi cercado por criminosos armados, que dispararam várias vezes contra ele e fugiram.

A Polícia Civil de Pernambuco está conduzindo a investigação e fornecerá mais informações em breve, após a realização das diligências iniciais.

Receba notícias do Metrópoles no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Clique aqui para acessar o canal.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *