Justiça irá notificar Marcos Braz por incidente com torcedor em centro comercial

0
A juíza Simone Cavalieri Frota, do 9º Juizado Especial Criminal, acolheu o pedido do Ministério Público do Rio de Janeiro e irá processar o vice-presidente do Flamengo, Marcos Braz, por agressão física. Isso se deve à briga em que o dirigente se envolveu com um torcedor em um shopping na Zona Oeste do Rio de Janeiro.
A juíza também determinou o arquivamento da ação contra Leandro Gonçalves, o torcedor envolvido no incidente. Ele foi apontado como autor da agressão e ameaça contra Marcos Braz.
Além de Braz, Carlos André da Silva, que acompanhava o vice-presidente do Rubro-Negro, também foi processado por sua participação nas agressões.
O pedido do Ministério Público do Rio de Janeiro considerou as imagens das câmeras de segurança do shopping onde a briga ocorreu. Segundo o Ministério Público, Braz e Carlos perseguiram Leandro. Ao alcançá-lo, o vice-presidente do Flamengo teria realizado as agressões.
O órgão também concluiu que não há evidências que indiquem que o comportamento de Leandro constituiu um crime.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *